Em nota

Ministério da Economia parabeniza deputados por manutenção do veto ao reajuste dos servidores

"A possível derrubada traria graves consequências para as contas públicas, em especial de Estados e municípios", afirma o texto

Paulo Guedes
(Jefferson Rudy/Agência Senado)
Aprenda a investir na bolsa

O Ministério da Economia divulgou nota nesta quinta-feira, 20, em que parabeniza deputados que votaram pela manutenção do veto do presidente Jair Bolsonaro à possibilidade de concessão de reajuste a servidores públicos até o fim de 2021.

“A possível derrubada traria graves consequências para as contas públicas, em especial de Estados e municípios”, afirma o texto.

Depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, falar ontem em “crime” e classificar como um “péssimo sinal” a derrubada do veto pelo Senado, a pasta parabenizou também senadores.

Aprenda a investir na bolsa

“Neste momento importante da democracia, é preciso elogiar, da mesma forma, os senadores que votaram favoravelmente à manutenção do veto, apesar do resultado negativo”, completa a nota.

O veto do presidente Jair Bolsonaro foi mantido por 316 votos a favor e 165 votos contra. A medida tinha sido derrubada pelo Senado no dia anterior e, para reverter a situação, foi costurado um acordo envolvendo a prorrogação do auxílio emergencial e liberação de recursos do Orçamento ainda este ano.

Eram necessários 257 votos de deputados para derrubar o ato de Bolsonaro. Sem atingir o patamar mínimo, o veto fica mantido, apesar da decisão do Senado na quarta. Um veto cai quando é rejeitado nas duas Casas.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.