Crise

Milagre institucional mudou de forma poderosa a política brasileira, diz artigo da Foreign Policy

Brasil está passando pelo drama do impeachment, mas sairá da crise mais forte, diz o artigo: "o Estado de Direito está ganhando no Brasil"

SÃO PAULO – Enquanto os Jogos Olimpícos Rio-2016 são o grande destaque do noticiário internacional sobre o Brasil neste mês, um acontecimento paralelo será determinante para a população do nosso País: o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que poderá ser concluído na última semana de agosto. Mais um passo foi dado na madrugada desta quarta-feira (10), com a aprovação do relatório de Antonio Anastasia (PSDB-MG) no Senado, tornando a petista ré no processo de impedimento. 

Este é um drama real que os brasileiros estão vivendo, que pode fazer parecer que o Brasil voltou ao passado e levar à percepção de que os avanços dos anos 1990 foram apenas um “soluço”, ressalta um artigo publicado na revista de política internacional Foreign Policy e assinado pelo professor de economia da Universidade de Indiana Lee Alston, em parceria com os pesquisadores brasileiros Marcus Melo e Bernardo Mueller, além do cientista político da FGV Carlos Pereira. 

Porém, olhando mais detalhadamente, o que se vê é um cenário complementamente diferente, ressalta o artigo. O destaque dado ao mundo à instabilidade política esconde um notável progresso do Brasil, que vive um “milagre institucional”. Para eles, o País sairá da crise com um Estado de direito mais forte. 

PUBLICIDADE

Ao ressaltar que grandes empresários e políticos importantes estão sendo condenados e punidos, o artigo afirma que, agora, é difícil defender a ideia de que o Brasil é o mesmo lugar corrupto e sem leis. “O que estamos vendo no Brasil é o processo naturalmente confuso pelo qual o Estado de Direito surge. A força inesperada do sistema de pesos e contrapesos trouxe mudanças poderosas em um período relativamente curto. E a força desse sistema de pesos e contrapesos vem de decisões intencionais e específicas tomadas na Constituição de 1988″. 

A Foreign Policy ressalta que um sistema eleitoral mais inclusivo, com maior participação da sociedade civil e um presidente mais forte do ponto de vista constitucional levaram a maior poder e independência a instituições como o Judiciário, o Ministério Público, a Polícia Federal, além de garantir maior independência da mídia. “Este é o milagre institucional que mudou de forma poderosa a política brasileira”, ressalta o artigo. 

“Naturalmente, este processo de fortalecimento Estado de direito não é linear. É desordenado e cheio de solavancos. Mas o mais importante a se notar é a tendência de longo prazo: o Estado de Direito está ganhando no Brasil”, concluem.