Sem papas na língua

“Mídia lançou Marina como candidata e não respeitou PSB”, afirma vice-presidente do PT

Confiante, José Guimarães disse que, se houver segundo turno, o adversário de Dilma será o presidenciável tucano Aécio Neves.

SÃO PAULO – O vice-presidente do PT, José Guimarães, disse há pouco que a mídia foi a principal articuladora para viabilizar a candidatura de Marina Silva como presidenciável do PSB no lugar de Eduardo Campos, quem morreu na quarta-feira passada após um trágico acidente aéreo.

“A grande mídia não respeitou o momento da família e transformou o velório em um verdadeiro show. Além disso, os jornalistas lançaram Marina como candidata e não respeitaram o pedido do PSB de esperar até que o anúncio fosse feito no dia 20 de agosto”, pontuou Guimarães, que também é deputado federal pelo Ceará.

O parlamentar não poupou críticas ao alarde que fizeram após a divulgação do Datafolha, que mostrou Marina numericamente acima de Dilma em um eventual segundo turno.

PUBLICIDADE

“Eu acho que se solidarizaram demais com a Marina nas últimas 24 horas e, por isso, as intenções de voto dela subiram com tanta rapidez. Mas, o apoio a Dilma não oscilou, o que indica que ainda estamos consolidados na liderança”, avaliou o vice-presidente petista.

Guimarães destacou o bom trabalho de Campos à frente do governo de Pernambuco, mas criticou a “canonização” do presidenciável do PSB pelos principais veículos. “De terceiro colocado ele foi transformado em um candidato com potencial de liderança. Entendo que todos tenham ficado tocados, mas é preciso lembrar que ele dificilmente passaria Aécio Neves (PSDB) e não venceria Dilma de forma alguma neste ano”, disse Guimarães.

Confiante, o líder petista disse que, se houver segundo turno, o adversário de Dilma será o presidenciável tucano. “Houve muita propaganda favorável à Marina na última semana. Devíamos estar questionando porque ela aparece apenas com 21% dos votos”, afirmou.

Para ele, o Datafolha foi uma ação da mídia e de setores da elite econômica para conduzir a eleição a um segundo turno. “Aécio é quem deveria estar se preocupando, mas apenas momentaneamente. Se tiver segundo turno, o Aécio passa a Marina e terá embate contra Dilma”

Questionado sobre a participação de Dilma hoje à noite no Jornal Nacional, o vice-presidente do PT disse que a presidente está confiante e não teme as perguntas contundentes feitas pelos jornalistas William Bonner e Patrícia Poeta.

“Quem bate, também leva. Dilma está preparada para qualquer pergunta, de qualquer natureza. Aprendeu pelo legado, pela história dela”, concluiu Guimarães.