Segundo jornal

Michel Temer costura com STF permanência de Renan Calheiros na presidência do Senado

O Palácio do Planalto avalia a situação do senador como difícil, mas busca as alternativas possíveis para que a agenda do ajuste fiscal não sofra prejuízos no Legislativo

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em meio à crise institucional entre Judiciário e Legislativo, interlocutores do presidente Michel Temer buscaram articular uma solução negociada com os ministros do Supremo Tribunal Federal. Conforme conta reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a estratégia visa manter Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado mesmo após decisão liminar de Marco Aurélio Mello afastá-lo, e garantir a votação da PEC do Teto na semana que vem.

Segundo o jornal, interlocutores do presidente negociam para que na sessão desta quarta-feira, marcada para as 14h (horário de Brasília), altere os rumos da votação do processo que avalia se um réu pode ocupar cargos da linha sucessória do presidente da República. A estratégia seria convencer alguns dos seis ministros a alterarem seus votos, aprovando apenas que réu não pode figurar na linha sucessória, mas que não precisaria ser afastado do cargo de comandante de uma das casas legislativas.

O Palácio do Planalto avalia a situação de Renan como difícil, mas busca as alternativas possíveis para que a agenda do ajuste fiscal não sofra prejuízos no Legislativo. Temer não admite deixar para o próximo ano a votação do texto que estabelece um limite para o crescimento dos gastos públicos.

Aprenda a investir na bolsa