Importante acompanhar?

Mesmo com popularidade em baixa, pesquisas mostram vitória de Dilma

Aécio Neves, principal candidato de oposição, tem 17% das intenções de voto, enquanto Eduardo Campos tem 9,9%

SÃO PAULO – As primeiras pesquisas de intenção de voto já foram divulgadas e ainda apontam uma vitória confortável de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais deste ano. A presidente tem 43,7% das intenções de voto, de acordo com uma pesquisa da CNT/MDA, sobre o período de 9 a 14 de fevereiro. 

Esse é um avanço frente os 43,5% da última pesquisa. Aécio Neves, principal candidato de oposição, tem 17% das intenções de voto, enquanto Eduardo Campos tem 9,9%. O primeiro, candidato do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) viu suas intenções caírem de 19,3%, enquanto o outro, do PSB (Partido Socialista Brasileiro) viu elas crescerem de 9,5% na última pesquisa. 

As intenções de voto de Dilma subiram mesmo com a taxa de aprovação dela ter recuado de 39% para 36,4% nessas mesmas pesquisas. Embora atualmente a vitória de Dilma seja tida como fácil, há de se considerar que Aécio e Eduardo deverão ganhar força eleitoral quando o horário político começar – a própria Dilma não era a favorita neste mesmo ponto do ano quando concorreu em 2010.

PUBLICIDADE

A mudança no ritmo das pesquisas deverá impactar fortemente alguns ativos financeiros e na bolsa de valores. Empresas estatais, como Petrobras (PETR3; PETR4), Banco do Brasil (BBAS3) e Eletrobras (ELET3; ELET6), geralmente criticadas pela interferência excessiva do governo de Dilma Rousseff, são as que deverão mais ganhar valor.