Mercado de trabalho em alta eleva busca por informações de carreira na web

Segundo Ibope, mais de 24 milhões de pessoas acessaram sites da categoria Educação e Carreiras em agosto

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O cenário estável da economia favoreceu o interesse dos profissionais em buscar emprego. Seja porque querem novos desafios, seja porque querem se recolocar. Segundo pesquisa feita pelo Ibope Nielsen Online, a audiência de sites da categoria Educação e Carreiras aumentou 12,7% em agosto, frente a julho.

Para o analista de mídia do Ibope Nielsen Online, José Calazans, esse aumento da procura está relacionado à melhora dos níveis de empregabilidade. “O que percebemos é que a audiência dessa categoria é influenciada por sites com assuntos sobre concursos públicos e sites de vagas”, explica.

Ao todo, 24 milhões de pessoas acessaram páginas na internet da categoria de Educação e Carreiras em agosto, categoria que tem o maior número de acessos, se considerado o oitavo mês do ano. 

Aprenda a investir na bolsa

Interesses
Segundo Calazans, dentro da categoria, sites que abordam assuntos mais voltados à educação foram os que concentraram o maior número de usuários em agosto. Cerca de 17,6 milhões de usuários visitaram páginas da subcategoria “recursos educacionais”.

Essa subcategoria contempla os canais de educação dos grandes portais e no oitavo mês do ano apresentou o crescimento mais significativo do grupo, de 19%. “Essa categoria é influenciada pela volta às aulas”, explica o analista. Isso porque entram nesse item sites de faculdades.

Já sites com conteúdo voltado para carreiras não tiveram aumento tão grande quanto aquele apresentado pelos que se enquadram na categoria “recursos educacionais”. Em agosto, o crescimento foi de 11,8%. Ao todo, 11,3 milhões de pessoas visitaram sites de vagas e de concursos.

“O crescimento de carreiras chegou ao pico de 12,1% em março, ficou abaixo dos 11% nos quatro meses seguintes e voltou a crescer em agosto”, analisa Calazans.

Homens acessam mais
De acordo com os números apresentados pelo analista, os homens concentram 56% do público que visita sites relacionados a carreiras. Contudo, as mulheres ficam mais tempo navegando nesses sites. “Elas consomem 17% a mais de páginas que a média dos homens”, afirma Calazans.

Isso significa que para cada cem páginas com esse tipo de conteúdo acessadas por um homem, as mulheres acessam 117. “De maneira geral, as mulheres ficam mais tempo porque são mais cuidadosas. Se elas entram nesses sites, é porque estão interessadas”, observa.

PUBLICIDADE

Considerando as mulheres, aquelas com idade entre 18 e 24 anos são as que consomem mais páginas: 58% a mais que a média das mulheres. Por outro lado, as com idade entre 24 e 34 anos estão em maior número.

Sites mais acessados
A pesquisa do Ibope também constatou aumento na audiência de sites de outras categorias em agosto. Os da categoria Automotivo foram os que cresceram mais: 14,1%. Ainda assim, não superam a audiência de Educação e Carreiras em números absolutos de usuários. Sites da categoria Automotivo registraram a visita de 9,3 milhões de pessoas.

A categoria Ocasiões Especiais – que oferecem produtos e serviços, como cartões e mensagens de felicitação – também cresceu em procura, 8,4%. E a audiência da categoria Família e Estilos de Vida registrou aumento de 7,8%.

Outras categorias também registraram incremento em agosto: Governo e entidades sem fins lucrativos (7,4%) e Notícias e Informações (7,1%).