Meirelles diz que recebeu com serenidade pedido de abertura de inquérito

Em nota, a assessoria afirma que o presidente do BC foi informado pela imprensa sobre pedido do Ministério Público ao STF

SÃO PAULO – Em nota à imprensa, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse que recebeu com “serenidade” a notícia de que o Ministério Públicou entrou com pedido de abertura de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal). Entregue no dia 4 de março, o pedido foi distribuído nesta quarta-feira (10) ao ministro Joaquim Barbosa.

Meirelles afirmou ainda que foi informado pela imprensa sobre o assunto e que já formalizou pedido de vistas dos autos juntos ao STF, “para ciência do que se trata e adoção das medidas cabíveis”, declara a nota. O presidente do BC atribui sua tranquilidade ao fato de que já foi amplamente investigado no passado – com posterior arquivamento de todas as acusações.

A nota ainda declara que o “patrimônio formado durante sua vida profissional foi resultado de árduo trabalho, com todos os seus rendimentos e bens declarados aos órgãos competentes, na forma da legislação”, esclareceu. Segundo o STF, é possível que Barbosa decrete segredo de Justiça após analisar os autos.