Meirelles decide que irá permanecer à frente do Banco Central

Segundo o presidente do BC, ele atendeu ao pedido de Lula e de outros diretores do banco para desistir de disputar eleições

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, anunciou que irá permanecer à frente da autoridade monetária brasileira até o fim do mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a Agência Brasil, Meirelles atendeu a pedidos do próprio Lula e de outros diretores do Bacen para que ficasse e garantisse a manutenção da política econômica.

Assim, Meirelles desiste de disputar as eleições de outubro, quando poderia concorre ao Senado por Goiás ou à indicação para a vice-presidência na chapa de Dilma Rousseff. Essa última possibilidade, no entanto, enfrentava oposição do PMDB, que deve indicar Michel Temer para a vaga.

BIS
Parlamentares do PMDB já haviam sinalizado a disposição de Meirelles em permanecer no Banco Central, em sentido oposto à especulação em relação às suas ambições políticas. Em um jantar da cúpula do partido, Meirelles teria dito que caso deixasse seu atual cargo não teria oportunidade de exercer seu mandato no BIS (Banco de Compensações Internacionais, na sigla em inglês). Meirelles foi o primeiro presidente do Banco Central brasileiro a ser indicado para o Conselho Diretor do órgão.  

Aprenda a investir na bolsa

Para Rafael Cortez, analista político da Tendências Consultoria, é possível que Lula tenha oferecido algum prêmio político à Meirelles, como um ministério importante em caso de vitória de Dilma Rousseff.