AO VIVO Analista Charlles Nader explica estratégia para ter consistência na Bolsa

Analista Charlles Nader explica estratégia para ter consistência na Bolsa

Não gostou

Medidas de Temer são maior retrocesso na história recente do Brasil, diz Mercadante

Segundo ele, se o pacote anunciado pelo governo provisório fosse adotado nos últimos 10 anos, as pastas da Saúde e Educação teriam perdido R$ 500 bilhões

arrow_forwardMais sobre

Em vídeo divulgado nesta terça-feira na página oficial do Facebook da presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante criticou as linhas gerais das medidas econômicas anunciadas pelo presidente em exercício Michel Temer.

Segundo o petista, trata-se do maior retrocesso da histórica recente do Brasil e, se o pacote anunciado pelo governo provisório fosse adotado nos últimos 10 anos, as pastas da Saúde e Educação teriam perdido R$ 500 bilhões.

Mercadante afirmou que, de acordo com a Constituição, 25% da receita dos Estados e 18% do governo federal são destinados à Educação. O pacote de medidas proposto por Temer visa vincular os gastos desta área e da Saúde à evolução do teto de gastos totais, que por sua vez acompanharia a variação da inflação. “O governo da presidenta Dilma, nesses últimos cinco anos, investiu R$ 54 bilhões acima desse mínimo que a Constituição exige”, declarou o ex-ministro.

Para ele, Temer está propondo que a população “pague a conta dos juros” em um momento de crise. “É um retrocesso inaceitável”, completou.