Marta ataca

Marta envia à CGU documentos contra ministro; Lula será consultado sobre fala da senadora

A ex-ministra da Cultura, que deixou o cargo criticando o governo Dilma, denunciou o seu sucessor na pasta, Juca Ferreira, que reassume o ministério nesta segunda-feira

SÃO PAULO – Após a polêmica entrevista em que Marta Suplicy (PT-SP) criticou o PT e seus companheiros ao “O Estado de S. Paulo”, a senadora e ex-prefeita de São Paulo continuou o seu “ataque” ao partido.

A ex-ministra da Cultura, que deixou o cargo criticando o governo Dilma, denunciou o seu sucessor na pasta, Juca Ferreira, que reassume o ministério nesta segunda-feira. Marta enviou à CGU (Controladoria-Geral da União) documentos sobre supostas irregularidades em contratos de R$ 105 milhões firmados pela pasta na gestão de Juca Ferreira com a SAC (Sociedade Amigos da Cinemateca), conforme aponta o Estadão

Auditorias da CGU apontaram problemas no uso de recursos do ministério pela SAC. Um dos relatórios da CGU destacaram que a entidade foi contratada por escolha do ministério, sem consulta a outros interessados, com projetos aprovados sem avaliação adequada de custos.

PUBLICIDADE

E as declarações de Marta seguem ecoando no PT. Segundo o Estadão, a cúpula do PT consultará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes de definir como irá se posicionar diante das falas da senadora.