Eleições

“Marina Silva pode vencer as eleições já no 1º turno”, diz Nomura

Avaliando as mudanças políticas, a equipe do banco avalia agora acreditar que Marina Silva, substituta de Campos, provavelmente vai ultrapassar Dilma nas pesquisas de primeiro turno e ampliar a sua vantagem no segundo turno

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Antes vendo o Aécio Neves (PSDB) como favorito, o banco japonês Nomura mudou radicamente as suas expectativas para as eleições de 2014 após a morte de Eduardo Campos, em meados de agosto.

Avaliando as mudanças políticas ao longo das últimas semanas como revolucionárias, a equipe do banco avalia agora acreditar que Marina Silva, substituta de Campos, provavelmente vai ultrapassar a presidente Dilma Rousseff nas pesquisas de primeiro turno e ampliar a sua vantagem no segundo turno. “De fato, agora existe o potencial de que Marina possa vencer no primeiro turno”, ressaltou o diretor de pesquisa para países emergentes do banco, Tony Volpon e Benito Berber.

“Esta rápida sucessão de eventos pode ser entendida como tendo várias causas. Marina Silva foi capaz, como temos discutido, de captar o desejo de mudança que se tornou evidente pela primeira vez durante o último ano de protestos populares. Desde então, cerca de 70% dos brasileiros, quando perguntados, dizem que querem ver mudanças totais ou substanciais no como são governados. E isto era verdade mesmo quando a presidente Dilma estava mais forte e enfrentou uma campanha relativamente fácil para reeleição”, afirma Volpon.

PUBLICIDADE

E Volpon também avalia as mudanças nas projeções para as eleições. “Ao longo dos últimos meses antes da trágica morte de Eduardo Campos, Aécio foi lentamente diminuindo a diferença frente Dilma e nós pensamos que ele poderia ganhar a eleição em um segundo turno. No entanto a sua posição de governador ‘eficiente’ não foi suficiente para tomar conta de um desejo mais profundo de mudança, que Marina Silva encarna dada sua história pessoal e seu sucesso como uma ‘outsider’ em 2010″.

A implicação prática é que pode haver um novo presidente com uma muito forte mandato popular para a mudança. Além disso, se os planos econômicos de Marina, se implantados com sucesso, podem levar à melhora do quadro institucional do País. E a eleição de Marina também pode levar a um real mais forte, com o dólar indo para a casa dos R$ 2,15.