Eleições 2014

Marina não foi capaz de transferir capital político para Campos, destaca Datafolha

Esta incapacidade explica o fato das intenções de voto de Marina registradas na mais recente pesquisa do instituto Datafolha serem quase três vezes maiores do que as do ex-governador de Pernambuco nos levantamentos anteriores.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A provável presidenciável do PSB, Marina Silva, apareceu empatada tecnicamente com o candidato ao Planalto pelo PSDB, Aécio Neves, na mais recente pesquisa do instituto Datafolha, divulgada mais cedo. Enquanto a substituto de Eduardo Campos aparece com 21%, o tucano soma 20%. 

Após a morte de Campos, Marina se tornou o curinga do cenário político brasileiro. Em 2010, ela – que concorreu à presidência pelo PV – ficou em terceiro lugar no primeiro turno ao ter quase 20% do total de votos.

“Este é um capital político que Marina já tinha e não foi capaz de transferir para Eduardo Campos”, destacou Mauro Paulino, diretor do Datafolha. “Ela é uma candidata bem conhecida com um baixo nível de rejeição. Isso reforça que ela tem espaço para crescer”, completou. 

Aprenda a investir na bolsa

Marina será presidenciável, garante Rollemberg

O senador do PSB, Rodrigo Rollemberg, afirmou que a ex-senadora será oficializada como presidenciável do partido após a reunião da Diretoria Executiva da sigla na quarta-feira, 20 de agosto. 

“Já está decidido. Será Marina”, explicou Rollemberg. “O deputado Beto Albuquerque é o favorito para ser o seu companheiro de chapa“, concluiu.