Apoia ou não?

Marina ignora Dilma e envia carta com condições de apoio apenas para Aécio, diz fonte

Correligionários da pessebista apontam mais uma evidência de que a ex-senadora estaria mais inclinada a apoiar o candidato à presidência pelo PSDB.

São Paulo – Os holofotes estão todos concentrados em Marina Silva, presidenciável do PSB, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno da corrida presidencial. As evidências de que a ex-senadora estaria mais inclinada a apoiar o candidato ao Planalto Pelo PSDB estariam cada vez mais claras, de acordo com afirmações de correligionários da pessebista.                

Marina já teria enviado a carta de condições para apoio a Aécio. Segundo membros da campanha da pessebista, ela teria optado por não enviar para Dilma Rousseff, do PT, o conteúdo programático que deve ser incluído na campanha dos adversários como condição para uma aliança. Isso já descartaria as possibilidade de Marina apoiar a candidatura da presidente no segundo turno.                                                                  

Além de sustentabilidade e fim da reeleição, a ex-senadora teria colocado como condição de apoio questões relacionadas aos indígenas e ao Movimento Sem Terra. Desde segunda-feira, o tucano vem sinalizando que está disposto a incluir assuntos do interesse de Marina em seu programa de governo. Ao que parece, a aliança entre os dois é questão de horas.  

PUBLICIDADE