A Renata Campos

Marina diz que apoio a Aécio será “caminho para cruz”; aliança com Dilma seria “inferno”

Em telefonema para a viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, Marina Silva teria dito que no cenário do 2° turno tem “dois caminhos” que “levam para a cruz e para o inferno”

SÃO PAULO – Em conversa reservada com a viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, a terceira colocada nas eleições presidenciais Marina Silva (PSB) comparou o apoio a Aécio Neves (PSDB) como um “caminho para a cruz”As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Marina disse que após ficar de fora no segundo turno da corrida presidencial, os “dois caminhos” a “levam para a cruz e um para inferno”. A decisão entre a neutralidade, como fez as eleições de 2010 ou apoiar Aécio lembrariam o sacrifício de Jesus Cristo. Já o “inferno” seria uma aliança com o PT de Dilma Rousseff. 

Para aliados, depois dos ataques, tornou-se impossível para Marina apoiar a candidata à reeleição. A expectativa é de que a candidata derrotada do PSB anuncie seu apoio a Aécio amanhã, em meio a condições progromáticas, mas a Rede Sustentabilidade e o PSB ainda estão divididos. 

PUBLICIDADE