Márcio Thomaz Bastos vai depor ao Congresso na próxima quinta-feira

Ministro espera acabar com os rumores sobre sua participação no episódio da quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com o objetivo de esclarecer as questões relacionadas à quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, confirmou que vai prestar depoimento ao Congresso na próxima quinta-feira, dia 20 de abril.

A decisão foi tomada uma semana depois da publicação de notícias de que Bastos teria ajudado o ex-ministro Antonio Palocci a tentar encobrir a responsabilidade pela violação do sigilo bancário de Francenildo.

Ministro espera encerrar o assunto

Bastos, que diz não ter participado de qualquer tentativa de proteger Palocci, já havia enviado ao congresso na última segunda-feira um pedido para ser interrogado. Com o depoimento, o ministro espera encerrar o assunto de uma vez por todas.

Aprenda a investir na bolsa

A decisão foi anunciada por Bastos nesta tarde ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, em conjunto com os ministros Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência), Tarso Genro (Secretaria de Relações Institucionais) e o vice-presidente, José Alencar, participou da reunião de coordenação política. As informações são da Agência Brasil.