Operação Lava Jato

Marcelo Odebrecht deve ficar preso até fim de 2017, diz Folha

É o que prevê acordo do MPF com advogados da Odebrecht na Lava Jato, informa o jornal

SÃO PAULO – O herdeiro da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, que está preso desde junho de 2015 no Paraná no âmbito da Operação Lava Jato ficará preso até o final de 2017, segundo informações do jornal Folha de S.Paulo.

O jornal informa que os advogados da empreiteira e o MPF (Ministério Público Federal) fecharam um acordo para que a pena total será de dez anos, sendo dois anos e meio em regime fechado.

A partir de dezembro de 2017, portanto, Marcelo Odebrecht entraria em progressão de regime, cumprindo pena no semiaberto e aberto, inclusive o domiciliar. Isabela Odebrecht, esposa do empreiteiro, teria começado a reformar o escritório que fica na casa do casal, em São Paulo, para que o marido possa trabalhar quando for libertado em regime semiaberto.

PUBLICIDADE

A delação da Odebrecht é uma das mais aguardadas pelos investigadores da Lava Jato e a expectativa é que o acordo seja assinado até o fim deste mês. Depois disso, começa a fase de depoimentos e, depois, o acerto para a homologação judicial. Procurada pelo jornal, a Odebrecht informou que não vai se pronunciar sobre a data em que Marcelo Odebrecht deixará o regime fechado tampouco a respeito das negociações de delação premiada em curso.