AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Mantega atribui queda de Agnelli a discordâncias com Governo

Entretanto, ministro da fazenda garante que não houve interferência na troca da presidência da Vale

SÃO PAULO – O ministro da fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (3) que não houve interferência do Governo na saída de Roger Agnelli da presidência da Vale (VALE3,VALE5).

Entretanto, Mantega reconheceu que acompanhou o processo de perto apenas porque o Governo detém participação na empresa através da Previ e do BNDES, mas reconhece que a empresa desagradou o Planalto nos últimos anos, especialmente o ex-presidente Lula.

Siderurgia e demissões
A rusga teve origem no não cumprimento por parte da Vale dos investimentos previstos em siderurgia e na demissão de 1.200 funcionários em meio à crise de 2008, que segundo Mantega fora totalmente injustificável em razão da pouca expressividade da folha de pagamento da empresa em relação a seus lucros.

PUBLICIDADE

O ministro justificou que – apesar de tudo – o Governo evitou retaliar naquele momento, através do aumento de impostos, e apenas utilizou os discursos do então presidente Lula para manifestar seu descontentamento, evitando trazer a discussão para o âmbito político.