Manobra do PSDB irrita o PT, que vai processar partido por uso de imagem de Lula

No programa de quinta-feira, o partido tucano exibiu imagens de Serra ao lado de Lula e ressaltou pontos comuns entre ambos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A utilização da imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no programa do candidato tucano ao Planalto, José Serra, deve render uma representação do PT no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o PSDB. Lula não gostou da manobra, que chamou de “desfaçatez”.

O PT provavelmente irá basear seu processo judicial no artigo 54 da Lei Eleitoral, que proíbe a aparição de pessoas filiadas “a outra agremiação partidária ou a partido integrante de outra coligação” nas propagandas veiculadas na mídia.

No programa televisivo exibido na noite de quinta-feira (19), Serra apareceu ao lado de Lula, acompanhado pelo slogan: “Serra, a vivência que a Dilma não tem”. A narração também ressaltou a história política e a experiência como pontos comuns aos dois líderes.

PUBLICIDADE

É provável que o presidente use de ironias nas próximas aparições da campanha de Dilma, de quem é cabo eleitoral. Na quinta-feira, a ex-ministra havia considerado “patética” a estratégia de Serra de atacar a adversária e o PT mas preservar a imagem de Lula.