Em Macaé

Manifestantes fazem “apitaço” e chamam Serra de entreguista em evento de petróleo

O grupo que protestou é vinculado à FUP (Federação Única dos Petroleiros), CUT (Central Única dos Trabalhadores) e Sindipetro-Norte Fluminense e interrompeu com um "apitaço" o discurso de Serra

arrow_forwardMais sobre

Em Macaé (RJ), um grupo de manifestantes vinculados a petroleiros protestou contra o senador José Serra (PSDB-SP) na abertura da conferência Brasil Offshore, maior conferência de petróleo e gás do país. Serra apresentou um projeto de lei que propõe o fim da exclusividade da Petrobras na operação do regime de partilha, no pré-sal. As informações são do G1 e do Valor Econômico.

O grupo que protestou é vinculado à FUP (Federação Única dos Petroleiros), CUT (Central Única dos Trabalhadores) e Sindipetro-Norte Fluminense e interrompeu com um “apitaço” o discurso de Serra.

Os manifestantes invadiram o palco onde foi montada a mesa de autoridades para a abertura da feira, exibindo faixas e cartazes de protesto.

PUBLICIDADE

Usando nariz de palhaço, eles gritaram “fora entreguista” e se recusaram a sair da sala da conferência. Já a plateia reagiu com gritos de Fora PT e vaias. O painel foi retomado 15 minutos depois.

Policiais precisaram intervir para que Serra não fosse agredido e, na saída, escoltaram o senador até a porta dos fundos do Centro de Exposição de Macaé.