Novos protestos

Manifestantes convocam para 15 de novembro novos atos pedindo impeachment de Dilma

Em São Paulo, evento deverá acontecer à tarde na Avenida Paulista, na frente do MASP

SÃO PAULO – Depois da polêmica manifestação realizada no último sábado (1) na Avenida Paulista, novos eventos pedindo o impeachment de Dilma Rousseff aparecem nas redes sociais. Em especial, marcados para o dia da Proclamação da República, em 15 de novembro, em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. 

Em evento chamado “Adeus Dilma Rousseff” no Facebook marcado para o dia 15, às 14h (horário de Brasília) no MASP, na Avenida Paulista, 43 mil pessoas foram convidadas, sendo que 4,7 mil confirmaram que irão comparecer ao evento. 

O evento tem a convocação por dois grupos, um deles de Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e outro por Paulo Batista, que foi candidato a deputado estadual pelo PRP e conhecido como “raio privatizador”. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, o empresário Marcello Reis faz parte do outro grupo organizador do protesto, convocando ato pela “anulação das eleições” e disse ter provas de que houve fraude nas urnas. Ambos dizem não ter sido responsáveis pelo pedido de intervenção militar das últimas manifestações.

PUBLICIDADE

O ato de sábado teria reúnido 2,5 mil pessoas na Avenida Paulista e manifestantes também se reuniram na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Manifestações acusaram Dilma de saber do esquema de corrupção na Petrobras e pediram recontagem de votos. Na segunda (3), líderes do PSDB repudiaram as manifestações favoráveis à intervenção militar.