Garoto propaganda?

Maluf vira “Sr. Propina” em campanha anticorrupção na Suíça, que destaca o “malufar”

Após ter tido sua candidatura barrada pela Justiça Federal, o deputado foi escolhido como o "garoto propaganda" da ONG Transparência Internacional em campanha contra a corrupção, na Suíça

SÃO PAULO – O deputado Paulo Maluf (PP-SP) não está em uma fase boa, e isso um pouco mais de um mês antes da eleição. Após ter tido sua candidatura barrada pela Justiça Federal, o deputado foi escolhido como o “garoto propaganda” da ONG Transparência Internacional em campanha contra a corrupção, na Suíça.

A história de Maluf é mostrada como um exemplo de que as leis precisam ser mudadas para combater o problema. “Poucos podem dizer que têm um verbo em sua homenagem. Mas Paulo Maluf pode”, diz o site da campanha. “Tendo recebido US$ 344 milhões em propinas em seus quatro anos como prefeito de São Paulo na década de 90, Maluf tem a honra duvidosa de ter cunhado um novo termo — malufar, ou ‘roubar dinheiro público’.”

A campanha descreve o político como “Mr. Kickback”, o Senhor Propina, em que destaca a história do deputado que, ao iniciar dois grandes projetos de construção, inflacionou o preço dos contratos e fez fortuna com propinas e subornos. Em um dos casos, destaca a ONG, uma rodovia ficou US$ 400 milhões acima do preço estimado, sendo que mais de US$ 11 milhões teriam ido para o bolso do político. 

PUBLICIDADE

Porém, destaca a organização, Maluf não está preso e, ainda por cima, é membro do Congresso. E ressalta: apesar do risco de ser preso fora do Brasil enquanto estiver no País, está livre. 

A campanha, chamada “Desmascarar a Corrupção”, foi lançada para pressionar o governo suíço a modificar suas leis em relação ao sigilo bancário. Confira abaixo a propaganda da ONG: 

Mr. Kickback