Mais de 138 mil eleitores de São Paulo terão títulos cancelados

Isso porque eles não foram aos cartórios para confirmar dados cadastrais. Regularização deve ser feita até 7 de maio

SÃO PAULO – Mais de 138 mil eleitores do estado de São Paulo deixaram de comparecer aos cartórios eleitorais para confirmação dos dados cadastrais. O número representa 23,6% dos 587.381 eleitores das cidades do estado que passaram pela revisão do eleitorado.

De acordo com o TRE-SP, somente no município de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, 32 mil eleitores terão seus títulos cancelados, o que representa mais de 27% de abstenção.

Municípios

Ilha Comprida, Urânia, Borebi e Águas de São Pedro também registraram índices de abstenção acima da média do estado, com 36,86%, 33,94%, 33,24% e 32,16%, respectivamente.

PUBLICIDADE

Já entre as cidades com o maior número de comparecimento estão: Balbinos (90,78%), Analândia (88,74%) e Pracinha (88,3%).

Regularização

Os eleitores que tiverem seus títulos cancelados poderão regularizar a situação com a Justiça Eleitoral até o dia 7 de maio. A revisão do eleitorado foi determinada pelo TSE e ocorreu entre 22 de outubro e 05 de dezembro.

Nas cidades de São Caetano, Dracena, Paulínia e Ilha Comprida, a revisão foi feita entre 16 de outubro e 14 de dezembro.