Maioria dá nota zero a política fiscal e tributária do Governo

Levantamento da InfoMoney mostrou que mais de 60% dos internautas que participaram da avaliação deram nota mínima

SÃO PAULO – No dia 13 de dezembro, o Senado derrubou artigo da PEC (proposta de emenda à Constituição) que prorrogava a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) até 2011. O Governo já contava com R$ 40 bilhões oriundos da contribuição para o Orçamento 2008.

Para resolver esse desajuste nas contas, foi oficializado no dia 3 de janeiro o reajuste em 0,38 ponto percentual na alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e de 9% para 15% da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) do setor financeiro.

O aumento de tributos garantirá arrecadação de R$ 10 bilhões neste ano. Isso, diante de uma carga tributária que supera os 35% em relação ao PIB (Produto Interno Bruto).

Sem agradar

PUBLICIDADE

E o artifício não agradou. A maioria dos leitores da InfoMoney, especificamente 62,72% deles, avaliaram com nota zero a política fiscal e tributária do Governo.

Dessa forma, o levantamento, feito com mais de 3.500 internautas, revelou que, em uma escala de zero a dez, a média ponderada das respostas foi 1,56.

Que nota você daria para a política fiscal e tributária do Governo?VotosPercentual
02.19962,72%
11494,25%
22727,76%
31765,02%
42226,33%
51724,91%
6922,62%
7641,83%
8340,97%
9220,63%
101042,97%
Total3.506100%