Reformas

Maia vê dificuldade para reforma administrativa sem avanço na tributária

"Para a gente não tem administrativa mais importante que tributária, as propostas são todas fundamentais e urgentes", disse

Rodrigo Maia e Paulo Guedes
(Agência Brasil)
Aprenda a investir na bolsa

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse nesta segunda que avisou à equipe do ministro Paulo Guedes que não considera a reforma administrativa mais importante que a tributária. Segundo ele, as duas propostas são “fundamentais e urgentes” e ponderou ainda que haverá muita dificuldade de avançar nas mudanças administrativas se não se avançar paralelamente nas alterações tributárias.

“Eu disse à assessora do Paulo Guedes e ao secretário Esteves que para a gente não tinha administrativa mais importante que tributária, as propostas são todas fundamentais e urgentes. E acho que vão ter muita dificuldade na Câmara de avançar na administrativa se não tivermos condições de avançar na tributária”, disse durante evento organizado pelo Grupo Voto em São Paulo.

Ele afirmou ainda que, durante sua visita a Londres e Irlanda – uma tentativa de diminuir o impacto negativo na imagem do país após os ruídos acerca do desmatamento na Amazônia -, percebeu que a imagem do País lá fora “não parece muito boa neste momento”.

Aprenda a investir na bolsa

“Se não resolvermos isso, não adianta fazer reforma tributária, administrativa. Há uma relação muito forte entre investimento internacional com meio ambiente”, disse.

Quer saber o que esperar da política nos próximos meses? Insira seu e-mail abaixo e receba, com exclusividade, o Barômetro do Poder – um resumo das projeções dos principais analistas políticos do país: