Críticas

Maia chama ministro de irresponsável e diz que Congresso não aprovará alta de impostos

"Não vai ter [aumento de imposto] porque isso aqui é uma democracia e ele não manda no Congresso Nacional", disse o presidente da Câmara

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez duras críticas ao ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, chamando-o de “irresponsável” por sugerir que poderia haver uma alta de impostos para compensar a redução no preço do diesel. Segundo o deputado, o Congresso não vai aprovar um aumento de tributos.

“Não vai ter [aumento de imposto] porque isso aqui é uma democracia e ele [Guardia] não manda no Congresso Nacional. Aliás, o que ele fez ontem foi muito irresponsável, num momento de crise em que se está tentando debelar, diminuir a mobilização, tentar colocar o Brasil no eixo novamente, ele vem falar em aumento de imposto”, afirmou Maia.

“Enquanto eu for presidente da Câmara não se vai votar nenhum aumento de imposto. Os brasileiros pagam impostos demais, ninguém aguenta pagar mais imposto. Vamos discutir a redução do tamanho do Estado”, disse o deputado.

PUBLICIDADE

Nos últimos dias, o governo anunciou a redução de R$ 0,46 no preço do diesel por dois meses, acatando uma reivindicação dos caminhoneiros, na tentativa de encerrar a greve. Segundo Guardia, quando o governo abre mão de uma receita com imposto como neste caso, é preciso fazer uma compensação.

Maia, porém, afirma que há outras formas de reequilibrar a conta além da alta de tributos. “Ele tem receita do fundo soberano, ele tem receita da cessão onerosa, que está tramitando em um projeto na Câmara. O que nós não podemos é que na hora que as coisas começam a caminhar para uma solução se colocar mais gasolina nesse problema. Então, eu acho que ele errou ontem. Não adianta falar apenas para os investidores, tem que começar a falar para os brasileiros”, completou o presidente da Câmara.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear