Articulação

Lula vai a Brasília para discutir “carta ao País” com Dilma e futuro com petistas

Conta o jornal Folha de S. Paulo que o petista deve chegar à capital nesta tarde para uma reunião, no Palácio da Alvorada, com os ex-ministros Jaques Wagner, Ricardo Berzoini e presidentes de partidos políticos e parlamentares que apoiam Dilma

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viaja nesta terça-feira (9) a Brasília para se reunir com a presidente afastada Dilma Rousseff e discutir os últimos pontos da carta que deverá ter como destinatários os 81 senadores e o povo brasileiro. Com envio esperado para amanhã, o documento manifestará apoio a uma consulta popular sobre uma possível realização de novas eleições presidenciais.

Conta o jornal Folha de S. Paulo que o petista deve chegar à capital nesta tarde para uma reunião, no Palácio da Alvorada, com os ex-ministros Jaques Wagner, Ricardo Berzoini e presidentes de partidos políticos e parlamentares que apoiam Dilma. Diz a jornalista Marina Dias que o presidente do PT, Rui Falcão, não deve participar do encontro. O dirigente manifestou, na semana passada, posição contrária à ideia do plebiscito que será apresentada por Dilma.

Apesar de estar praticamente certa de que não conseguirá os votos necessários para retornar ao Planalto, a petista entende ser necessário divulgar a carta como uma espécie de gesto político.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo a edição desta terça-feira do jornal Valor Econômico, Lula discutirá amanhã o futuro do PT e o espaço do partido nas eleições municipais, num momento em que os petistas lutam pela sobrevivência política e ele contra os avanços contra seu nome pela Operação Lava Jato. Conta a matéria ainda que um aliado do ex-presidente afirma que ele não abandonou Dilma e nem o fará, mas ele deverá dividir suas energias entre a própria defesa e na tentativa de salvar o PT.