Lula sobre tributária: ‘É como se fosse uma árvore plantada’

Presidente não garantiu, no entanto, que mudança no regime tributário "vai dar todos os frutos que a gente espera"

Estadão Conteúdo

Presidente Lula fala com a imprensa durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto (Rafa Neddermeyer/Agência Brasil)

Publicidade

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, comemorou nesta quarta-feira (20), durante reunião com sua equipe ministerial a aprovação da reforma tributária. Com elogios à articulação de sua base tanto na Câmara quanto no Senado, o presidente também destacou a capacidade de articulação de seu ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que, segundo ele, “conseguiu o feito inusitado” de aprovar o texto. A emenda constitucional com as mudanças no sistema tributário nacional será promulgada pelo Congresso Nacional no período da tarde.

Lula não garantiu, no entanto, que aprovada, a reforma “vai dar todos os frutos que a gente espera”. Para ele, será necessário um novo esforço para garantir que a regra melhore o cenário econômico do País. “É como se fosse uma árvore plantada. Agora, nós temos que jogar água, colocar fertilizando, continuar conversando para aperfeiçoar”, disse.

Para Lula, a aprovação do texto foi um trabalho extraordinário alcançado “apenas colocando em prática a arte da negociação”. Neste ponto, Lula reclamou de críticas sobre como essas articulações foram feitas, e voltou a repetir que não dialoga com o Centrão, mas com todos os partidos que têm parlamentares eleitos.

Continua depois da publicidade

O objetivo do presidente, inclusive, é manter esse modelo no próximo ano de governo “com esse mesmo jeito de conversar” e “estabelecer como regra a capacidade de conversação”. “Pobre é o governante que acha que pode trocar a mesa de diálogo por uma metralhadora, por um fuzil, ou por um canhão”, disse Lula.

A avaliação de Lula é que o encerramento deste primeiro ano é “muito bom, mas não excepcional”, apesar de vitórias do governo. “Chegamos ao final de 2023 numa situação excepcional (só) se pensarmos como pegamos o País”, ponderou.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.