Posse no PSDB

“Lula será condenado nas urnas pela maior recessão da nossa história”, diz Alckmin

"Depois de ter quebrado o Brasil, Lula diz que quer voltar ao poder. Ou seja, meus amigos: ele quer voltar à cena do crime", vai dizer o tucano neste sábado

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Neste sábado (9) o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participa do evento em que assumirá a presidência do PSDB e seu discurso será focado em iniciar os ataques ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já dando o primeiro passo para também se tornar o candidato tucano às eleições de 2018.

Em seu discurso, ele irá dizer que “Lula será condenado nas urnas pela maior recessão da nossa história”. “As urnas o condenarão pelos 15 milhões de empregos perdidos, pelos milhares de lojas fechadas, sonhos desfeitos e negócios falidos. As urnas o condenarão pela frustração dos projetos de milhões de famílias levadas ao desespero, por ter sucateado o SUS e atentado contra a saúde de todos os brasileiros”, diz trecho do discurso segundo o Estadão.

“Os brasileiros não são tolos. Sabem, hoje, do método lulopetista de confundir para dividir, iludir para reinar”, dirá Alckmin segundo trecho divulgado pela Folha de S. Paulo. “Mas vejam a audácia dessa turma. Depois de ter quebrado o Brasil, Lula diz que quer voltar ao poder. Ou seja, meus amigos: ele quer voltar à cena do crime”, continua a fala.

PUBLICIDADE