Lula se reúne com Renan Calheiros para discutir a questão da CPI da Petrobras

Presidente teme que investigação interfira nos investimentos da estatal; composição da comissão será escolhida nesta semana

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, se reuniu nesta segunda-feira (25) com o líder do PMDB no Senado Federal, Renan Calheiros, para discutir sobre a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras.

Segundo declarou o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que também participou da reunião, o presidente Lula demonstrou preocupação quanto à possibilidade dos investimentos da petrolífera serem afetados devido à CPI.

Múcio afirmou ainda que os nomes para a presidência e relatoria da comissão não foram tratados durante o encontro. “O modelo que vi no Senado nesses anos todos, principalmente no governo passado, é que a maioria sempre escolhia a presidência e a relatoria”, disse o ministro.

PMDB e a CPI

Aprenda a investir na bolsa

Múcio negou os rumores de que o PMDB teria feito pedidos ao governo em troca de apoio na CPI. “Nenhum pedido, o governo tem consciência da necessidade do PMDB, e o partido entende que é um grande parceiro do governo. Não houve nenhuma demanda e vocês vão ver ao longo do processo que nada disso aconteceu”, afirmou.

Renan Calheiros disse a Múcio que, entre a próxima terça e quarta-feira os nomes para compor a CPI deverão ser definidos. “O problema é quem em todos os partidos todos os senadores querem participar, porque é uma CPI que vai ter muitas luzes e a participação é importante”, declarou Múcio.

Antes desse encontro, o presidente Lula havia se reunido com o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, o presidente da BR Distribuidora, José Eduardo Dutra, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o ministro da Controladoria Geral da União, Jorge Hage.