PROPINA

Lula recebeu R$ 8 milhões em dinheiro vivo da Odebrecht, diz revista

Segundo a IstoÉ, a maioria dos repasses ocorreu entre 2012 e 2013, e o nome do ex-presidente também foi citado em pelo menos outras três delações ligadas à empreiteira

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O empreiteiro Marcelo Odebrecht, preso pela operação Lava Jato desde junho de 2015, teria afirmado em depoimento para o acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal, que entregou dinheiro em espécie ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo reportagem da revista IstoÉ, os cerca de R$ 8 milhões teriam sido repassados ao longo de 2012 e 2013, quando Lula já havia deixado a Presidência da República.

A publicação afirma ainda que o nome de Lula também é citado nas delações do fundador da construtora, Emílio Odebrecht, de Alexandrino Alencar, ex-executivo da empresa, e do diretor de América Latina e Angola, Luiz Antônio Mameri. “Faz parte do pacote de depoimentos relatos sobre uma troca de mensagens eletrônicas entre Mameri e Marcelo Odebrecht. Nessas conversas fica clara a participação de Lula para a aprovação de projetos da empreiteira no BNDES”, diz o texto.

Segundo a IstoÉ, a Procuradoria-Geral da República já começou a validar os depoimentos dos cerca de 50 delatores e 32 colaboradores lenientes da Odebrecht, que deverão ler e confirmar o que já escreveram nos próximos meses. No total, a empreiteira deve reconhecer que pagou cerca de R$ 7 bilhões em propinas no Brasil e no exterior, informa a revista.

PUBLICIDADE