Lula recebe ligação de Putin e defende negociações de paz com a Ucrânia

Segundo informações divulgadas pelo Palácio do Planalto, o líder russo telefonou para Lula e manifestou solidariedade às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Fábio Matos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin (Foto: Kremlin/Divulgação)

Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na manhã desta segunda-feira (10).

Segundo informações divulgadas pelo Palácio do Planalto, o líder russo telefonou para Lula e manifestou solidariedade às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Desde o fim de abril, quando começaram as fortes chuvas, 173 pessoas já morreram no estado.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

Ainda de acordo com o Planalto, Lula e Putin conversaram sobre cooperação econômica bilateral e governança multilateral.

Putin mencionou a recente visita da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), atual presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, o chamado “banco dos Brics”, ao Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (Rússia).

Segundo o comunicado da Presidência da República, Lula reiterou, na conversa com Putin, a defesa de negociações de paz entre Rússia e Ucrânia.

Continua depois da publicidade

Entre os temas tratados na conversa, de acordo com o Planalto, Lula e Putin falaram sobre “a necessidade de uma ampla reforma do sistema de governança global”, assunto que deve ser ser debatido no âmbito do G20, de modo que se reflitam “os novos arranjos geopolíticos mundiais” e seja reforçado o papel das Nações Unidas “como espaço de concertação para a prevenção de conflitos”.

Outro tema abordado na conversa foi a viagem feita na semana passada pelo vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) à China, onde participou da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação. Os chineses são os maiores aliados da Rússia em nível internacional.

Fábio Matos

Jornalista formado pela Cásper Líbero, é pós-graduado em marketing político e propaganda eleitoral pela USP. Trabalhou no site da ESPN, pelo qual foi à China para cobrir a Olimpíada de Pequim, em 2008. Teve passagens por Metrópoles, O Antagonista, iG e Terra, cobrindo política e economia. Como assessor de imprensa, atuou na Câmara dos Deputados e no Ministério da Cultura. É autor dos livros “Dias: a Vida do Maior Jogador do São Paulo nos Anos 1960” e “20 Jogos Eternos do São Paulo”