Se aceitar ministério

Lula quer ‘plano de reanimação nacional’, diz Valor

Plano não significaria uma guinada à esquerda, porque estará comprometido com diretrizes ficais apresentadas em fevereiro pelo ministro da Fazenda Nelson Barbosa

arrow_forwardMais sobre

Bloomberg) — Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao assumir um cargo no ministério, terá o objetivo de evitar o aprofundamento da recessão e a eliminação de mais empregos, diz Valor Econômico, citando uma fonte não identificada do governo.

  • Plano não significaria uma guinada à esquerda, porque estará comprometido com diretrizes ficais apresentadas em fevereiro pelo ministro da Fazenda Nelson Barbosa, diz Valor
  • Plano excluirá reforma da Previdência, porém assunto continuará sendo debatido no Fórum da Previdência, diz o jornal
  • Estratégia de Lula é adotar medidas para reinjetar ânimo com recuperação rápida do emprego, diz Valor
    • Plano prevê mais recursos para Minha Casa, Minha Vida e PAC, assim como ampliação do crédito para construção civil
    • Ampliação do crédito para consumo está fora de cogitação; governo também não forçará redução da taxa Selic e não quer uso das reservas cambiais para promover investimento, segundo o jornal 
  • Barbosa deve permanecer à frente da Fazenda; Lula gostaria de ter à frente do plano um nome com mais credibilidade no mercado, como Henrique Meirelles, diz Valor citando a fonte
  • Claudia Safatle, colunista do Valor Econômico, diz em outro artigo do jornal, que Barbosa e Lula se reuniram na semana passada para discutir a política econômica em curso
    • Barbosa considera factível ideia de usar US$ 50 bi a US$ 80 bi das reservas cambiais para abater dívida; não seria ideia de aplicação imediata, mas para ser implementada em momentos de mais normalidade, diz Safatle, sem revelar como obteve a informação
    • Barbosa está sob ataque do PT e de Lula por não conseguir interromper recessão e desemprego, segundo a colunista do Valor
  • NOTA: Lula adia novamente decisão sobre ministério para hoje: Folha
  • NOTA: Lula aceitou ministério, só falta oficializar, disse um membro do governo que pediu anonimato porque as discussões são privadas

Esta matéria foi publicada em tempo real para assinantes do serviço BloombergaProfessional.

Especiais InfoMoney:

Como o “trader da Gerdau” ganhou meio milhão de reais na Bovespa em 2 meses 

InfoMoney faz nova atualização na Carteira Recomendada de março; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa