Lula quer aumentar o controle do estado sobre a economia, diz Financial Times

Financial Times critica lentidão da gestão atual e afirma que o governo não tem direcionamento político

SÃO PAULO – Segundo o jornal britânico Financial Times, o Brasil está seguindo o rumo de outros vizinhos latino-americanos e reforçando a participação do Estado na economia.

O presidente Lula suspendeu as novas concessões rodoviárias logo após o anúncio de nacionalização das empresas de telecomunicações e energia feito pelo presidente venezuelano Hugo Chávez, conforme observam os analistas consultados pela publicação.

Eles acreditam que, diferentemente de outros países da América Latina, o caso do Brasil não é de forte ideologia de esquerda mas de falta de direcionamento político do governo atual.

Mais críticas

PUBLICIDADE

Isso se reflete no adiamento das medidas para acelerar o crescimento da economia. O jornal ainda critica a demora para iniciar a reforma ministerial, além da dificuldade do governo em cumprir as metas fiscais estabelecidas.