Eleições 2018

Lula publica artigo no NYT e diz que sua prisão é a “última fase de um golpe da direita”

O líder petista foi condenado, em janeiro, a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro

SÃO PAULO – Preso em Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve artigo publicado pelo jornal The New York Times em que buscou se defender. Ele afirmou que a sua prisão é “a última fase de um golpe em câmera lenta destinado a marginalizar permanentemente as forças progressistas no Brasil”. 

Segundo Lula, “milhões de brasileiros entendem que minha prisão não tem nada a ver com corrupção, e eles entendem que eu estou onde estou apenas por razões políticas” e pede “um julgamento justo e imparcial”. “Eu não peço para estar acima da lei”, diz. 

Lula está preso desde 7 de abril, dois dias após o juiz federal Sérgio Moro determinar o início da execução da pena. O líder petista foi condenado, em janeiro, por unanimidade pelos desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Na primeira instância, Lula havia sido condenado por Moro a 9 anos e 6 meses de prisão. 

PUBLICIDADE

No texto, ele alega que “a extrema direita” no país vem tentando tirá-lo da disputa pela Presidência, enquanto pesquisas de intenção de voto apontam para sua liderança no pleito. Moro é apontado no artigo de Lula como um “aliado” no esforço dos conservadores para impedi-lo de voltar ao Palácio do Planalto. “Moro tem sido celebrado pela mídia de direita do Brasil. Ele se tornou intocável. Mas a verdadeira questão não é o Sr. Moro; são aqueles que o elevaram a esse status de intocável: elites de direita, neoliberais, que sempre se opuseram à nossa luta por maior justiça social e igualdade no Brasil”, escreve o ex-presidente. 

Quer sair da poupança e ver seu dinheiro render MAIS? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos