AO VIVO Por Dentro dos Resultados: Diretor de operações do Mercado Livre e vice-presidente do Mercado Pago falam sobre os números da empresa

Por Dentro dos Resultados: Diretor de operações do Mercado Livre e vice-presidente do Mercado Pago falam sobre os números da empresa

Difamação e calúnia

Lula processa Luciano Hang, da Havan, por mensagens que sobrevoam litoral catarinense

PT entrou na justiça alegando calúnia e difamação e solicitando proibição das mensagens

arrow_forwardMais sobre
(Reprodução/Twitter)

Atualização: na terça-feira (31), o juiz Fernando Machado Barboni negou a liminar solicitada pelo ex-presidente para proibir a circulação das mensagens. Seu argumento é que Lula é uma pessoa pública e, portanto, está sujeito a críticas pela população. O magistrado registra que posteriores excessos podem resultar em reparação por dano moral. 

SÃO PAULO – O Partido dos Trabalhadores (PT) em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entrou na justiça contra o empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, por calúnia e difamação. A motivação é uma série de faixas com frases contra o petista que sobrevoam o litoral catarinense, pelas quais Hang afirmou que pagaria.

No dia 1º de dezembro, Hang escreveu em seu Twitter que patrocinaria o sobrevoo de “mensagens patriotas” em Santa Catarina, pedindo a seus seguidores que enviassem sugestões. No último sábado (28), publicou na mesma rede social um vídeo que mostra uma das aeronaves com os dizeres “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”.

PUBLICIDADE

A petição, encaminhada à 2ª Vara Cível de Navegantes, em Santa Catarina, pede indenização de R$ 100 mil por danos morais e tutela inibitória, ou seja, solicita que a circulação das mensagens seja proibida.

Também solicita que o acusado (Hang) seja responsabilizado pela iniciativa, afirmando que as frases ferem diretamente a imagem e a honra do ex-presidente.

Contatada pelo InfoMoney, a Havan disse que ainda não pode se manifestar.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP.