Política

Lula pode se tornar assessor especial da Presidência se não for ministro, diz Wagner

Lula foi nomeado novo ministro da Casa Civil no último dia 17, mas na sequência viu a medida ser cassada na Justiça

SÃO PAULO – Em entrevista a mídia estrangeira, o ministro chefe do Gabinete Pessoal da presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner, afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atualmente impedido de assumir a Casa Civil, pode se tornar assessor especial da Presidência da República.

Wagner aproveitou o momento e mais uma vez criticou o impeachment, alertando que ele significará um agravamento da crise econômica e não sua solução, como defendem os favoráveis ao afastamento de Dilma da Presidência. 

Lula foi nomeado novo ministro da Casa Civil no último dia 17, mas na sequência viu a medida ser cassada na Justiça. O governo recorreu, mas a posição foi mantida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

PUBLICIDADE

Dois outros ministro do STF – Luiz Fux e Rosa Weber – também negaram o habeas corpus movido pela AGU (Advocacia Geral da União) e mantiveram a decisão de Mendes até que seja colocada em plenário.

A Corte já tem 22 ações que discutem a possibilidade de o petista assumir um ministério no governo Dilma.

Com Reuters

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa