Contra impeachment

Lula oferece apoio em eleições na busca de votos pró-Dilma e mira cinco senadores

Lula e a cúpula petista vão sinalizar que, caso queiram se candidatar a prefeito em outubro, ou tenham aliados como candidatos, o próprio ex-presidente participará pessoalmente das campanhas municipais

SÃO PAULO – Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, em busca de votos de senadores contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou o PT a incluir as eleições municipais deste ano.

Lula e a cúpula petista vão sinalizar a senadores que se colocam hoje como “indecisos” diante do afastamento definitivo de Dilma a possibilidade de, caso queiram se candidatar a prefeito em outubro, ou tenham aliados como candidatos, o próprio ex-presidente participará pessoalmente das campanhas municipais. A aposta é reverter votos principalmente do Nordeste, reduto eleitoral do PT e por onde Lula fará um tour na próxima semana. 

Três dos senadores que estão no alvo de Lula para votarem a favor de Dilma são Acir Gurgacz (PDT-RO), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). Eles estiveram nos dois jantares realizados pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) – entusiasta da ideia de que Dilma peça novas eleições – nas últimas semanas e prometeram comparecer ao da última quarta, com a presença do ex-presidente. Os senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Romário (PSB-RJ) também são cortejados com a questão eleitoral, já que ambos podem ser candidatos a prefeito no Rio de Janeiro. Porém, apesar das investidas, Lula e parlamentares petistas acreditam que a volta de Dilma é, no momento, “muito improvável”.