De olho em 2018

Lula monta equipe para pavimentar eventual candidatura em 2018, diz Folha

Aapesar de ter repetido que descarta a hipótese de concorrer à Presidência num cenário como o atual, ex-presidente formou equipe para pavimentar eventual candidatura

SÃO PAULO – O jornal Folha de S. Paulo destaca hoje que, apesar de ter repetido que descarta a hipótese de concorrer à Presidência num cenário como o atual, o ex-presidente Lula formou uma equipe para pavimentar uma eventual candidatura em 2018.

A equipe, destaca o jornal, foi montada no ano passado e se reúne semanalmente no Instituto Lula. O conselho, além de assessores, inclui os prefeitos Fernando Haddad(São Paulo) e Luiz Marinho (São Bernardo) e os secretários municipais Alexandre Padilha (Relações Governamentais) e Arthur Henrique (Trabalho). Soma-se a esse quadro as participações do empresário Josué Gomes, presidente do grupo Coteminas, do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e do presidente do sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques.

Lula conta ainda com Nelson Barbosa, ministro do Planejamento (que teve sua presença reduzida) e, eventualmente, do presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho.

PUBLICIDADE

Lula conduz o debate baseado em alguns pilares, que define como marcos de sua administração, como desenvolvimento social, estabilidade, direitos humanos e política externa.

De acordo com aliados, Lula teme o desvanecimento de seu capital político e está apreensivo quanto ao futuro do PT.

Segundo o jornal, o ex-presidente está insatisfeito com a articulação política do governo da presidente Dilma Rousseff e diz que não há condições de disputar a Presidência sem propostas. E admite não ter ainda essas respostas.