Lula garante investimentos em obras do PAC e critica “rótulo de bondade”

Presidente sugere criação de dois ou mais turnos de trabalho nas obras dos municípios como forma a gerar mais empregos no País

SÃO PAULO – Durante reunião realizada na última terça-feira (10) com os prefeitos empossados no inicio do ano, o presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, pediu mais medidas para aliviar a situação do mercado de trabalho no País e garantiu os investimentos de seu Governo.

Dentre as propostas, Lula sugeriu a criação de dois ou mais turnos de trabalho nas obras dos municípios como forma a gerar mais empregos, reforçando assim o seu apelo feito durante um evento do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na semana passada.

Ele também confirmou os investimentos que o Governo Federal fará no programa, apesar da crise financeira e econômica mundial. “Cortaremos o batom da dona Dilma, cortaremos o meu corte de unha, mas não cortaremos uma obra do PAC seja do tamanho que ela for”.

Críticas

PUBLICIDADE

O presidente se irritou com a postura da imprensa em chamar as medidas do governo de “pacote de bondades”. Essas ações incluem o refinanciamento em até 240 meses das dívidas do INSS e também o aumento da linha de financiamento do BNDES para R$ 980 milhões.