Lula exige prazo para o fim da crise nos aeroportos brasileiros

Além disso, presidente afirmou que o ministro Waldir Pires permanecerá à frente do Ministério da Defesa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou nesta terça-feira (27) em Brasília o fim da crise aérea no país e sinalizou que o ministro Waldir Pires permanecerá no Ministério da Defesa. Questionado pelos jornalistas sobre uma possível saída do ministro, Lula foi categórico: “continua”.

O presidente também afirmou que a crise do setor aéreo vem se arrastando desde março do ano passado e que ele quer uma definição sobre o prazo, dia e hora para o fim do caos nos aeroportos. “Eu quero prazo, dia e hora para a anunciarmos ao Brasil que não irão ocorrer mais problemas nos aeroportos brasileiros”, disse ele.

Turismo e Varig são os culpados da crise

Segundo o presidente Lula, os problemas nos aeroportos brasileiros apareceram principalmente por causa do crescimento de 20% no turismo e da saída da Varig, já que as demais empresas não deram conta do atendimento de todos os passageiros.

Aprenda a investir na bolsa

Nesta terça-feira, o presidente se reuniu com Waldir Pires e outros ministros, além dos presidentes da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Milton Zuanazzi, e do comandante-geral da Aeronáutica, Juniti Saito, para discutir a crise no setor. “Exigi deles um diagnóstico preciso. A tranqüilidade dos passageiros é obrigação do Estado brasileiro”, completou Lula.