Lula diz que pegou a economia em desarranjo e conseguiu “arrumar a casa”

Declaração foi realizada durante a abertura da 1ª Conferência Nacional da Economia Solidária, que ocorre em Brasília

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Distribuindo novas críticas à qualidade da gestão realizada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o oficialmente candidato a reeleição Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira, dia 27 de junho, que pegou a economia brasileira em desarranjo e conseguiu colocar muita coisa em ordem.

“O Brasil era uma coisa meio desarranjada. As pessoas achavam que não iria dar certo. No entanto, o que aconteceu é que conseguimos arrumar a casa de tal ordem que alguns críticos do passado não sabem como explicar”, comemorou o presidente em discurso realizado durante a abertura da 1ª Conferência Nacional da Economia Solidária, que ocorre em Brasília.

Importância do microcrédito

Ressaltando que o Brasil conseguiu pagar antecipadamente suas dívidas com o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o Clube de Paris e resgatar todos os títulos de dívida emitidos na época da moratória, Lula enfatizou ainda o sucesso dos programas governamentais de microcrédito e a importância de se fortalecerem as cooperativas.

Aprenda a investir na bolsa

O presidente acredita que a concessão de crédito ao pequeno empreendedor é de grande importância para o desenvolvimento do país. O principal tema da 1ª Conferência Nacional da Economia Solidária é o microcrédito produtivo orientado, concedido a empreendedores que faturam até R$ 60 mil por ano.