Lula diz que negociações da OMC estão em crise devido à falta de liderança

Presidente destacou também que os países pobres não precisam de favores, mas de condições eqüitativas

SÃO PAULO – Cobrando uma maior participação dos líderes do G8 (grupo que reúne os sete países mais ricos e a Rússia), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou nesta segunda-feira em São Petersburgo, na Rússia, onde disse que as negociações para uma Agenda de Desenvolvimento na Organização Mundial do Comércio (OMC) estão em crise devido à falta de liderança.

O presidente destacou também que os países pobres não precisam de favores, mas de condições eqüitativas para fazerem valer suas vantagens comparativas, principalmente no que diz respeito ao setor agrícola.

“Na agricultura, meio de vida de grande parte das populações mais pobres do mundo, os subsídios – há décadas proibidos no setor industrial – continuam exportando miséria e fome para nações menos desenvolvidas”, avaliou.

Reunião com emergentes

A apresentação ocorreu durante a reunião marcada pelos líderes dos países mais industrializados do mundo para ouvir representantes de Brasil, México, China, Índia e África do Sul, que apresentaram reclamações tanto econômicas quanto políticas.