Assista ao vídeo

Lula diz que governo Temer “não representa nada” e que brasileiro está com autoestima baixa

Em vídeo publicado nas redes sociais, o ex-presidente adotou um tom mais ameno, bastante diferente do utilizado em evento no último sábado 

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em um discurso bastante diferente do que fez no final de semana (repleto de referências à polaridade “nós” contra “eles”), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou ao tom “Lulinha Paz e Amor” em vídeo publicado em suas redes sociais neste final de semana. Contudo, continuou com suas críticas ao governo Michel Temer. O petista afirmou que o governo de Michel Temer “não representa nada” e critica a atuação do Congresso Nacional.

“O brasileiro está com a autoestima baixa, a economia está muito ruim, há uma desagregação, sabe, do ânimo da sociedade por conta do desemprego, porque as pessoas ainda estão muito preconceituosas, ou seja, a auto-estima está baixa. Nós temos um governo que não representa nada, absolutamente nada. Nós temos um Congresso desacreditado, que está desmontando conquistas que os trabalhadores conquistaram há tanto tempo”, afirma. 

Aprenda a investir na bolsa

Condenado na semana passada a nove anos e meio de prisão pelo juiz Sérgio Moro, Lula ainda afirmou que a confiança no governo impede que as coisas aconteçam e afirmou que as pessoas devem ter esperança. “Se você não tiver esperança, se você não acreditar nas pessoas que governam o país, nada vai acontecer. Todo mundo acorda de manhã azedo, todo mundo vai dormir xingando o vizinho. Ao invés de olhar seus próprios defeitos, as pessoas começam a culpar o vizinho. É um vizinho culpando o outro. Eu acho que não tá legal. Eu tive o prazer de viver nesse país o momento de maior auto-estima do povo brasileiro. As pessoas acreditavam, as pessoas sonhavam, as pessoas tinham emprego, tinham aumento de salário, as pessoas sonhavam em estudar. Tudo isso foi possível criar. Agora, me parece que nada é possível”.

No último sábado, em evento realizado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o tom utilizado por Lula em seu discurso foi bastante diferente.  “Fico pensando: se nós fizemos tanto bem, por que essa gente não nos quer? Por que essa gente nos odeia? Não é por causa do vermelho, porque o sangue deles é vermelho. E a vergonha deles também”, disse ele. O petista ainda completou: “quero saber onde estão os coxinhas agora depois do Temer governando este país. Cadê as panelas, hein? Cadê os heróis deles? Os heróis deles eram, como se diz, santos de barro. Nós somos feitos de carne e osso, de paixão por este país. Essa é a diferença entre nós e eles. Pra nós, é motivo de orgulho se a empregada doméstica tem um celular.” No evento, ele ainda repetiu sua intenção de voltar ao Palácio do Planalto.