Defendendo a presidente

Lula diz que crise não é responsabilidade de Dilma e afirma: “não a julguem por 6 meses”

"É o momento da gente levantar a cabeça e dizer para a companheira Dilma que o problema que esse país está passando não é só seu, é nosso. Qualquer um erra, nem sempre a gente acerta, sabemos disso, mas quando ela errar, ela é nossa e temos que ajudá-la a consertar", afirmou o ex-presidente

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em meio a um cenário de crises na política e na economia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a presidente Dilma Rousseff na abertura da 5ª Marcha das Margaridas, em Brasília, e pediu compreensão com os erros do governo e disse que ela não pode ser responsabilizada pela crise econômica atual. Segundo ele, a crise foi causada por instituições bancárias dos EUA e pela Europa. 

É o momento da gente levantar a cabeça e dizer para a companheira Dilma que o problema que esse país está passando não é só seu, é nosso. Qualquer um erra, nem sempre a gente acerta, sabemos disso, mas quando ela errar, ela é nossa e temos que ajudá-la a consertar”, afirmou. 

E continuou: “vivemos algumas dificuldades que não são da presidente Dilma. É aquela dificuldade que não se sabe quem criou. O que sabemos é que não foi o povo trabalhador. A crise não nasceu em Quixaramobim, em Maceió, em Brasília. Nasceu no coração dos Estados Unidos. Tem gente que tenta jogar a responsabilidade em cima da presidente Dilma.

PUBLICIDADE

Ele ainda pediu para que não julguem a petista pelos últimos seis meses, mas pelos quatro anos de mandato. “É lógico que ela pode errar, como eu errei e como qualquer um erra enquanto mãe. Nem sempre a gente faz as coisas que são aceitas cem por cento pelos filhos”. “Não julguem Dilma por seis meses de mandato, porque ele é de quatro anos”, afirmou.

O ex-presidente petista também fez muitas críticas aos principais nomes do PSDB. Lula atacou o presidente do partido, Aécio Neves (PSDB) e disse que as mesmas pessoas que agora se apresentam como se tivessem soluções para “os problemas do mundo esqueceram que, quando cheguei na Presidência, esse país estava quebrado”. 

“Agora estou compreendendo por que na eleição passada um cidadão disse que a Dilma só ganhou porque uns ignorantes do Nordeste votaram nela. Se ele tivesse um pouco mais de paciência e conhecesse um pouco mais o Brasil, ia perceber que parte da comida q vai na mesa dele é produzida por essas mulheres”, afirmou.  

Em uma crítica a Fernando Henrique Cardoso, o petista disse que ele precisa conhecer melhor o País ao ter afirmado nas eleições passadas, segundo ele, que a presidente só ganhou por causa dos votos no Nordeste. “Se ele tivesse um pouco mais de paciência, e conhecesse um pouco mais o País, iria perceber que uma parte da comida que vai para a mesa dele é produzida pelas mulheres nordestinas”.