Lula critica transferência de culpa da crise aos países subdesenvolvidos

Em fórum no Rio de Janeiro, presidente criticou protecionismo, conivência com paraísos fiscais e preconceito aos imigrantes

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou, nesta sexta-feira (28), a transferência do ônus da atual crise dos países desenvolvidos aos subdesenvolvidos. O presidente discursou na abertura do 3º Fórum Mundial da Aliança de Civilizações, no Rio de Janeiro.

O protecionismo aos produtos de países em desenvolvimento, a conivência com paraísos fiscais e o preconceito aos imigrantes foram alguns dos temas apontados por Lula ao se referir a medidas tomadas por países desenvolvidos em prejuízo dos países mais fracos.

Ao se referir aos imigrantes, um dos temas do fórum, o presidente disse que o Brasil está aberto àqueles que venham ao país em busca de “trabalho digno e vida melhor”. O combate à xenofobia também foi defendido por Lula, que classificou a ação como “tarefa inadiável”.

PUBLICIDADE

O presidente também voltou a pedir a reforma das instituições multilaterais internacionais, a fim de combater a resistência dos países poderosos a mudanças na ordem mundial, além de garantir um mundo mais diverso e multipolar.