Lula critica “ganância” de Aracruz e Sadia em operações cambiais

"Essas empresas estavam especulando contra o real. Elas praticaram, por conta própria, esse prejuízo", afirma presidente

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os prejuízos revelados por Sadia e Aracruz em decorrência de operações no mercado cambial são fruto da “ganância” das empresas na expectativa contra o real e não um sintoma dos efeitos da crise no Brasil, segundo informações da Agência Brasil.

“Essas empresas, no fundo, estavam especulando contra a moeda brasileira. Portanto, não tiveram prejuízo. Elas praticaram, por conta própria, por ganância, esse prejuízo”, afirmou durante campanha em favor da candidatura de Luiz Marinho para a prefeitura de São Bernardo do Campo.

Em sintonia com integrantes do Governo, Lula voltou a negar o lançamento de qualquer pacote de medidas para lidar com a crise no sistema financeiro internacional. “Nós vamos tomar medidas pontuais para acompanhar a crise e o seu desenrolar”, disse.

Prejuízo

Aprenda a investir na bolsa

Na semana passada, a Aracruz anunciou um prejuízo de R$ 1,95 bilhão com operações no mercado futuro de dólar. Já a Sadia divulgou perdas de R$ 760 milhões com derivativos de câmbio. As ações preferenciais classe B da Aracruz caíram 30,71% na semana passada. Os papeis PN da Sadia já desabaram 36,5% desde o anúncio.

As companhias visavam proteção contra oscilações da moeda norte-americana. Apostaram na cotação baixa do dólar e realizaram contratos futuros sob essa expectativa. Diante da mudança no cenário tiveram perdas nas operações.