AO VIVO A Janela de R$ 1 Trilhão: como se posicionar na Bolsa em momento histórico; assista

A Janela de R$ 1 Trilhão: como se posicionar na Bolsa em momento histórico; assista

De 2011 a 2015

Lula aumentou seu patrimônio em 360% desde que deixou a presidência

Ao fim do ano passado, Lula declarou patrimônio de R$ 8,8 milhões, ante R$ 1,9 milhão em 2010 - um aumento de R$ 6,9 milhões

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O patrimônio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresceu 360% desde o fim de seu segundo mandato, em 2010, de acordo com informações do jornal Folha de São Paulo desta sexta-feira (16). Os dados constam de declarações de imposto de renda do petista que integram a denúncia apresentada pela Operação Lava Jato na quarta-feira. Ao fim do ano passado, Lula declarou patrimônio de R$ 8,8 milhões, ante R$ 1,9 milhão em 2010 – um aumento de R$ 6,9 milhões. 

Segundo os documentos entregues à Receita, a evolução patrimonial teve lastro em renda obtida com a L.I.L.S, empresa de palestras de Lula, criada após ele encerrar seus dois mandatos à frente da Presidência. 

 A empresa de palestras distribuiu lucros e dividendos no valor de R$ 8,5 milhões para ele entre 2011 e 2015. Nesse período, Lula deu cerca de 70 palestras no Brasil e exterior, segundo ele disse à Polícia Federal.  A maior transferência de valor para Lula ocorreu em 2014, no total de 5,6 milhões de reais e naquele mesmo ano, em novembro, foi deflagrada a fase mais ostensiva da Lava Jato. 

PUBLICIDADE

À PF,  Lula disse que cobrava “exatamente US$ 200 mil, nem mais e nem menos”, por todas as suas palestras – o mesmo valor que o ex-presidente americano Bill Clinton cobraria. À Folha, o advogado de Lula, o Cristiano Zanin Martins, afirmou que as atividades da L.I.L.S. são “absolutamente lícitas, lastreadas em palestras devidamente documentadas e de conhecimento geral”.