Costura política

Lula amplia flerte com dissidentes do PMDB, e Helder Barbalho deve seguir ministro de Dilma

Nomeação de secretário executivo para a Antaq pode indicar êxito no acordo entre ex-presidente e o senador Jader Barbalho

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após Kátia Abreu anunciar que não irá pedir o afastamento do ministério da Agricultura, contrariando a oficialização do desembarque do PMDB da base governista na última terça-feira (29), mais uma dissidência na Esplanada está para se confirmar. Em intensas costuras com o senador Jader Barbalho (PMDB-PA), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — articulador político informal do governo Dilma Rousseff — parece ter conseguido um acordo com o parlamentar para que seu filho, Helder, permaneça no comando da secretaria dos Portos.

Segundo informações do serviço de notícias políticas em tempo real Broadcast, o resultado do encontro pode ser avaliado com a indicação de Luiz Otávio Oliveira Campos para a diretoria-geral da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), apontado na última edição do Diário Oficial da União. Hoje secretário executivo da pasta comandada por Helder, Campos ainda terá de ser sabatinado pelo Senado.

Especiais InfoMoney:

Aprenda a investir na bolsa

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa