Política

Lula aliviado e Temer buscando pacote com Dilma para acalmar PMDB: efeitos da mudança

Segundo ex-presidente, presidente acertou ao convidar de última hora o seu vice para assumir a tarefa; Temer quer pacote para acalmar PMDB

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A escolha do vice-presidente Michel Temer para a articulação política do governo Dilma Rousseff segue repercutindo nos bastidores políticos.

Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, depois de mais um mês cobrando mudanças na articulação política, o ex-presidente Lula ficou “aliviado” e afirmou que a presidente acertou ao convidar de última hora o seu vice para assumir a tarefa. 

Em conversas reservadas, o ex-presidente avaliou que, se Dilma tivesse colocado Temer na Secretaria de Relações Institucionais há mais tempo, a crise não chegaria a essa proporção. 

PUBLICIDADE

E, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, à frente da articulação política, Temer apresentou um pacote de ações que, segundo ele, poderia acalmar e garantir o apoio do PMDB ao governo.

Dentre eles, a nomeação do ex-deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) para o Ministério do Turismo e a indicação do senador Romero Jucá (PMDB-AP) para a presidência do PMDB. Isso viabilizaria votações de interesse do Palácio do Planalto no Senado.

Temer ainda quer um encontro da presidente com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Por fim, a nomeação do substituto de Joaquim Barbosa no STF (Supremo Tribunal Federal) também deve estar na pauta.