Alfinetadas

Lula alfineta Aécio e questiona decência “de quem se recusa a fazer teste do bafômetro”

"Como é que alguém se recusa a fazer um simples teste do bafômetro pode dizer que vai governar este país com decência e competência?", afirmou Lula; em 2011, Aécio se recusou a fazer teste do bafômetro

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Ontem, em evento realizado no Pará pelo PMDB, o ex-presidente Lula questionou a “decência” e a “competência” para governar o país de quem se recusa a fazer teste do bafômetro, fazendo referência ao candidato do PSDB à presidência Aécio Neves. O tucano se recusou a soprar o bafômetro numa blitz no Rio de Janeiro em 2011. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e do portal G1

“Como é que alguém se recusa a fazer um simples teste do bafômetro pode dizer que vai governar este país com decência e competência? Palavras são muito fáceis de dizer”, declarou Lula, em ato de campanha do candidato ao governo do Pará pelo PMDB, Helder Barbalho, filho de Jader Barbalho.

“No debate na televisão, eu vi um candidato dizer: ‘o meu governo é o governo da decência e da competência’. Eu fico imaginando que decência e que competência se um dia ele foi parado as 3 da manhã na rua do rio de janeiro e se recusou a colocar a boca no bafômetro pra saber se ele tinha bebido ou não”, disse Lula, mas sem falar o nome de Aécio.

PUBLICIDADE

Em 2011, Aécio se recusou a soprar o teste do bafômetro, estava com a habilitação vencida e foi multado, mas não teve o carro recolhido. Em sabatina no jornal O Estado de S. Paulo, ele disse que se arrependeu de ter recusado o teste e disse que, se fosse hoje, faria com certeza.

Mais uma vez sem citar Aécio, Lula repetiu uma crítica feita por Dilma ao candidato, de que o governo tucano não cumpria o piso salarial em Minas Gerais. O ex-presidente afirmou ainda que vai fazer nos próximos dias “duas manifestações para a Dilma”.